Sagrado Shiva e Shakti

SAGRADO MASCULINO + FEMININO Não há um sem o outro. Venho recebendo bênçãos, insights e algumas notícias sobre encontros feminino e masculino. Expresso, sem entrar em pormonores de nenhuma situação específica, que é muito muito muito muito lindo, para uma mulher, amar incondicionalmente e honrar o masculino, independentemente de quão distorcido (violento, inseguro, possessivo) ou alinhado (corajoso, honesto, protetor, provedor) esse masculino se encontre. Amar a um homem é uma cura extremamente bonita que, acho, no fundo toda mulher deseja. Amor que não flui vira dor. Amor que flui, beleza. E amor também é perdão. Sim, mulheres, temos tanto a perdoar dos homens. Em geral. Mas esse perdão, ainda que pareça difícil, é uma grande oportunidade de beleza. Sim, tantos estupros e violencias abusos desatenções manipulações na história dessa humanidade velha nossa. Tanto que se calou em gerações de corações adormecidos. Sim, que saia, se preciso, antes da voz afinada, um grito. Mas nas situações de desrespeito contra a mulher existe também um homem machucado, sensível, ainda cheio de medos, que merece ser amado e perdoado. Vejo muitas mulheres que se consideram ativistas do sagrado feminino se encantando com o papel de vítima e com muito ódio dos opressores. Graças à Deusa já saí dessa. E trabalho mesmo pra que mais mulheres possam sair também. Gente, a vítima nunca ama. A Deusa é puro amor. E é puro poder. Ama muito, perdoa tudo e é linda selvagem e feliz. Que todos os seres permitam que flua o amor entre Shiva e Shakti. Amemos todos os homens das nossas vidas. Foto tirada por Vladislav Chernyavskiy num trem da Mama Índia, quando um senhor nos mostrava seus truques de mágica. Om Namah Shivaya