Jay Kali Ma

Kali é o universo desconhecido, o tempo, a natureza que consome e destrói todas as coisas que existem. A escuridão natural. A natureza que consome tudo. O que não controlamos. Sua lingua pra fora é que ela bebeu o sangue de todos os demônios antes deles renascerem. Uma história que tinha um demônio que cada vez que Durga o matava, as gotas de sangue dele caiam no chão e daí nasciam vários outros com o mesmo poder. Então Durga virou Saraswati, a sabedoria, e de seu terceiro olho nasceu Kali (uma das únicas deusas representada nua, adoro), que começou a beber esse sangue antes dele cair na terra. E ficou embriagada, numa dança assustadora capaz de destruir vários universos. Esse demônio se chama Ratabija e é o hábito de pensar, o pensamento. Numa meditação profunda, antes de um pensamento brotar, gerando outro, a língua da Kali o percebe e o traga, gerando um êxtase de samadhi (mente vazia), desconhecido total aterrorizante. Muito além da mente. Tão aterrorizante que os Deuses pedem a Shiva pra ele salvar os universos, e ele deita aos pés da Kali, deixando-a dançar em seu coração. Shiva é o senhor dos yoguis, a pura consciência, estado de perfeita paz, graça. Está nos pés da Kali porque só quando humildemente nos curvamos e beijamos os pés daquilo que não podemos controlar e daquilo que destruirá toda nossa individualidade, a Kali, encontramos a verdadeira felicidade, que é Shiva. Bhadra Referencias: Amma (encarnação viva da Kali) e Devi Mahatman (clássico livro indiano de culto à Deusa) Om Kali Namaha!

  • Facebook - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube

bhadrahealing@gmail.com

whatsapp: +491771451803