Alguns textos que vou escrevendo ao longo da jornada:

Me dou conta (e perco as contas) do amor infinito, através de certos encontros com seres que tem coragem além do medo. verdadeiras jóias raras espalhadas por esse planeta. planeta que podia ser chamado de experiência de escolha. É tanto amor que desperta que me sinto aberta pra escolher a felicidade simples e me perdoar. Seres que amo tanto que não quero pra mim. (Percebo que as pessoas que quero pra mim são as que ainda tenho que aprender a amar.) seres simples, alguns nem tem facebook, outros escrevem bem, alguns são plantas, outros astrais, outros dançarinos, viajantes, yoguis. Amigos. animais. flores, formas humanas além das molduras. Gente que se adapta a esse mundo sem se vender. Inspirações de pulso de vida e louca lucidez em sociedades doentes. Pessoas ousadas e discretas. Humildes. Generosas no pão de cada dia. seres que me dão vontade de ser uma pessoa melhor só pra agradecê-las. adubos pra minha devoção.
Hoje começa um festival do Deus Ganesha. Então rezo pra que ele proteja e abençoe esses portais que se materializam através dos encontros. Encontros que removem obstáculos.
Jaya Ganesha

Um relacionamento afetivo só pode ser saudável e belo quando cada um tem o relacionamento com Deus como prioridade. Assim, em vez de ficar na prisão de achar que um romance te fará feliz, se vive a felicidade de compreender que tudo é oportunidade de evolução e que a vida constantemente nos abençoa, por natureza. A verdadeira felicidade se compartilha, mas é essencialmente uma experiência individual. GRATIDÃO, vida, por me mostrar que sempre posso confiar em você. Jai Ma

Cura do quinto chacra:
Ser impecável com a palavra.
Não falar mal de ninguém.
Não falar de quem que não estiver presente.
Não reclamar (ufa!).
Falar com consciência. Escutar.
Cantar.
Recitar mantras.
Rezar. Muito.
A palavra é pura pura pura magia. Quem é impecável com a palavra está a serviço da luz.

Amo servir. Cada vez que atendo, principalmente alguém aberto pra se curar, tudo faz sentido: compreendo, aceito, esqueço de mim, transparece a alma, desapareço. Como é bom desaparecer num mundo de aparências. A bênção de trabalhar com devoção à vida está disponível para todos. Todos temos um propósito benéfico a cumprir nessa natureza. E quando recordamos e ativamos esse dom, desaparecem os problemas, desaparece o que se pensa que é. Fica só um prazer de ser, além das palavras. É uma alegria ser canal pra ajudar nessa lembrança. Luz.

Relato pessoal longo, mas vale ler. Vem do ♡.
Vivo uma cura/busca espiritual há alguns anos, acho que desde 2012, nesta vida. Tendo a ser emocionalmente muito intensa, hipersensível. Além das minhas próprias dores costumo sentir a dos outros, que às vezes andam tão anestesiados que nem sentem. Isso pode ser um problema, mas me dá um dom de empatia pra ser terapeuta e me impulsiona na busca. Gente emocional costuma ter potencial pra despertar uma essência de devoção. E pra isso encontro muito espaço na Índia, onde moro agora.
Pelos caminhos experimentei várias coisas e ainda sofro, às vezes mais, às vezes bem menos, de raiva, medo, insegurança, falta de amor próprio e dúvidas e talvez por isso começo a reconhecer certas coisas, que aqui compartilho, sem preguiça:
Afirmo hoje com bastante clareza que não há resultado sem trabalho. Não há solução fora. Não há evolução sem disciplina. Não há mais milagre que a vida em si. Não tem planta de poder ou orgasmo cósmico múltiplo ou sessão de 1 hora ou bênção ou constelação familiar ou namorado perfeito ou terapia ou curso de 10 dias ou respiração ou jejum ou busca da visão que vai tirar um ser humano do sofrimento que é o apego ao impermanente. Tudo isso pode servir e ajudar, sim. Mas existe um trabalho DIÁRIO que só nossa própria alma pode fazer pra descobrir a liberdade. Um Guru verdadeiro pode ajudar muitíssimo a fazer esse trabalho.
O Guru Verdadeiro não é nada senão a manifestação da sabedoria interior, da compaixão divina que vem disfarçado de outra pessoa. Tem uns textos new-age por aí dizendo que não precisamos mais de mestres. Mentira. Enquanto isso a natureza vai sendo destruída. Olha pro que tá acontecendo com a natureza... vivemos uma época alarmante. Desde sempre a simples presença silenciosa de uma alma realizada ajuda a muitas outras e à todo o planeta e não é agora que isso deixa de ser verdade. É uma bênção muito grande. Muita gente teve más experiências com falsos mestres... sim, um falso Guru atrapalha. Melhor não ter guru do que ter um mestre que ainda não venceu a morte, que ainda é escravo dos desejos, que ainda se identifica com o impermanente. Só um ser que venceu os desejos e a morte pode ajudar por completo. Quem confia em si mesmo pode reconhecer um mestre verdadeiro com mais clareza.
Mas nem mesmo o mais livre e compassivo dos Gurus pode fazer o trabalho das almas que ele abençoa. Existem 3 tipos de karma, resultado das ações, e um desses tipos é indelével até mesmo pelos mestres. Só com aceitação o superamos, até compreender a lição. E para superar todas as tendências negativas acumuladas, há um exercício DIÁRIO E CONSTANTE de meditação, rezo, lembrança, auto-perdão, dieta e etc que precisa ser empreendido pela alma decidida a viver a liberdade e que já compreendeu que essa brincadeira não é tão fácil. Esse exercício diário é chamado na Índia de YOGA, ou de SADHANA. Poucas são as almas encarnadas que já fizeram esse trabalho tão intensamente em outras vidas que não precisam mais agora. A maioria de nós (ainda mais os que buscam respostas no fb) precisa de uma Sadhana diária pra educar a mente e direcioná-la pra dissolução, pro puro amor. Essa Sadhana pode ter vários nomes, estilos, diversas técnicas, teorias, posturas. Várias linhagens de tantra, mantra, advaita vedanta, yoga, vipassanas, shamanismo, posturas físicas, músicas, deidades, etc etc etc. Nenhuma é necessariamente melhor que a outra. Cada alma sincera encontra uma sadhana adequada ao seu processo e necessidade. Depois é não ter preguiça e colocar em ação... mesmo. Tô nesse estágio agora. Rs...
Escrevo isso também porque alguns dos meus clientes buscam na sessão de Oráculo do Coração uma solução pra seus problemas. Sim pode haver purificação, revelações, aberturas. Mas liberdade mesmo só o trabalho diário pode dar.
Shiva é uma representação de Deus aqui na Índia que é o grande yogui. Shiva é sinônimo de consciência.
Om Namah Shivaya significa 'me entrego pra consciência e honro o yoga'.
Om Namah Shivaya

O ANJO DA PERFEIÇÃO
"Casa muito pobre, toda fechada. Pessoas famintas e cansadas. Lá dentro elas competem entre si para matar os poucos animais que sobram e comê-los com pressa. A dor dos animais intoxica o ar condicionado da casa. Homens bêbados roncando e com cheiro muito ruim. Mulheres machucadas se machucando. Muito vento lá fora. Um vento bonito demais, que ninguém vê. Nesta hora do toctoctoc, estão quase todos dormindo.
Toc toc toc. – a casa treme e a porta cai.
Uma mulher acorda e, ainda sonâmbula, sem nem saber porque, diz: “A Nova Era ta aí.”
Uma jovem que chorava sem conseguir dormir, para um pouco de chorar, respira, e enxugando as lágrimas, diz com certo orgulho e ânimo novo: “Falei pra eles que ela vinha.”
Uma menininha linda, que era a mais forte de todas as pessoas dessa casa, se levanta e anuncia, com a educação espontânea das crianças que nunca pedem licença: “Pode entrar!”
Entra um Anjo Azul de tanta luz que alguns pensam que é a morte. E por isso mesmo acabam morrendo. Outros não pensam nada. E sem entender, agradecem. Alguns continuam dormindo e murmuram umas reclamações. A vida dos ventos que entram na casa vai limpando o ar.
É o Anjo da Perfeição. Ele se senta e brinca de água com as crianças. Ele trazia um balde de água de um rio muito bonito. A água do balde nunca acaba, e a meninada adora jogar água pra todos lados. Então o Anjo para um pouco de rir e fala. Nem todos escutam, muitos estão indignados com a situação da água estragando seus programas e gritam: “Meu computador não funcionaaa.”
Mesmo assim o Anjo fala. “Quando vejo a Perfeição em Tudo, Eu Sou a Perfeição.” A casa cai.
Muitos são levados pelo vento a outras histórias. Os que intuitivamente colocam a testa no chão permanecem. Ainda é de noite. Ao se levantar todos percebem que a casa estava numa floresta. Eles se alimentam de verdade pela primeira vez. É muito bonito. Agora uma beleza que se vê. Cada um é o Anjo da Perfeição também. Um bem diferente do outro. Todos, é claro, perfeitos. Profundos, sábios e vivos. Eles nadam no rio, que os limpa. Gostam de dançar. E dançam. Pedem perdão. Fazem amor pela primeira vez. Continuam cheios de energia.
Tem várias casas fechadas nessa floresta, e cada um vai bater numa porta, pois querem muito amar amigos que ficaram trancados. No céu, várias estrelas dançando. Na Terra, a terra fértil. "

  • Facebook - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube

bhadrahealing@gmail.com

whatsapp: +491771451803